domingo, 8 de novembro de 2015

VEJO HOMENS COMO ÁRVORES QUE ANDAM...

Desde tempos imemoriais, mormente com os primeiros pensadores, que viriam a ser denominados filósofos, a partir de Pitágoras, debates, por vezes acalorados, ocorrem no curso da história devido ao chamado "ponto de vista". Diz-se que todo ponto de vista depende muito do ponto de quem avista, ou seja, olhando para uma mesma situação ou estando sob observação um mesmo objeto de estudo, dependerá muito do ângulo de visão do observador a descrição daquilo que se está contemplando; as condições ambientais também se tornam fatores influenciáveis importantes. Quando vemos uma fachada (de uma casa por exemplo) à luz do dia, esta mesma fachada que parecia branca, agora, à noite e sob a influência de luzes amareladas parecerá de um tom bege pendendo para o amarelo. Outro exemplo de influência na visão é o meio (sólido, líquido ou gasoso) na qual ela se propaga: uma vara de três metros que é perfeitamente reta, fora da água, quando submergida numa piscina ou num riacho por exemplo, sofre uma refração (parece que fica torta dentro d' água). Concluí-se, portanto, que para que tenhamos uma visão "exata" das coisas, precisamos levar em consideração diversos fatores físicos. Outro item importante é o ângulo de visão: é óbvio que quanto mais alto, (utilizando um drone, talvez) melhor visão periférica obteremos, não obstante, os detalhes que só podem ser contemplados quando se está em frente ao objeto e neste "nível de baixo", não serão visualizados pelo observador com as mesmas riquezas de detalhes, pois o mesmo está "por cima".

Tendo assim elucidado sobre a visão de algo material (físico), gostaria de fazer agora uma comparação com as visões espirituais (metafísicas).

Por que muitos têm sofrido, se desesperado, se frustrado e têm perdido a esperança de dias melhores, mesmo tendo recebido a Jesus como Senhor e salvador de suas vidas? Por que muitos achavam que tudo iria melhorar, que seus problemas estariam todos resolvidos (e o que realmente importava foi) mas, ao contrário, parece que tudo ficou ainda pior? Por que as promessas não se realizam? Por que é quanto mais se ora, mais adora, mais se rende, mais as tempestades se levantam? E muitos acabam - por causa de não discernirem o que Deus está realizando em suas vidas -, abandonado a obra de Deus; largaram a mão do arado, voltaram-se para o Egito (mundo) porque não conseguem mais visualizar que Deus é quem está no controle de tudo, propondo as experiências e os "desertos" para aprendizado, amadurecimento e crescimento espiritual. Não atentam para a verdade da Palavra que atesta "que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28)

Quero abordar algumas situações (dentre tantas na Palavra de Deus) que creio, o Espírito quer nos mostrar aqui.

1) "E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse.
E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. 2) E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. 3) Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e o fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu a todos claramente. (Marcos 8:22-25)

1) "E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse.

É interessante que alguns vêm para a presença de Jesus, para ser tocado por Ele, porque alguém os trouxe. Alguém me trouxe para a igreja, alguém lhe trouxe, para que fosse tocado pelo Senhor; ele mesmo (esta passagem dá a entender) não clamou por este encontro, alguém se compadeceu, alguém que fora alcançado pelas misericórdias do Senhor, alguém que viu que você e eu estávamos sem Deus no mundo precisando de um milagre, se esforçou, lhe buscou em casa, insistiu, deu carona, e se doando pela obra de Deus, lhe trouxe para a presença de Jesus. A mesma coisa ocorreu com aquele paralítico, lembra?

"E vieram ter com ele conduzindo um paralítico, trazido por quatro. E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava, e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o paralítico. E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados. (Marc 2:3-5

2) E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam.
    
    Visão desfocada; distorcida; indiscernível... Enquanto não levantamos nossos olhos (que é o primeiro passo a ser dado) num esforço de querer enxergar, nem que seja, neste primeiro momento, de forma meio que confusa esta primeira visão (este primeiro contato), permaneceremos cegos, dormentes, prostrados...

3-a) Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, 
(para renovar a visão, o discernimento, a maneira de interpretar o que está acontecendo...); Os contatos com Jesus tem que ser constantes: tem de haver um primeiro, um segundo e assim por diante... para que a visão seja firmada e totalmente reveladora.

3-b) e o fez olhar para cima: (exortando-o; forçando-o; obrigando-o, porque tem muita gente olhando para baixo, em depressão, prostrado, tendo olhos para ver somente o exército inimigo, mas o exército de Deus, mais numeroso e poderoso está no alto, está acima das lutas e dos demônios... 

"E o servo do homem de Deus se levantou muito cedo e saiu, e eis que um exército tinha cercado a cidade com cavalos e carros; então o seu servo lhe disse: Ai, meu senhor! Que faremos? E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. E orou Eliseu, e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu. E, como desceram a ele, Eliseu orou ao Senhor e disse: Fere, peço-te, esta gente de cegueira. E feriu-a de cegueira, conforme a palavra de Eliseu.
(2 Reis 6:15-18) 

3-c) ele ficou restaurado, e viu a todos claramente. 

Novo contato; nova experiência; novo convite (a que se olhe para cima); novo recomeço; e com essa nova visão restaurada, volta o primeiro amor, volta a motivação, volta a esperança, volta o discernimento espiritual, VISÃO RESTAURADA E VENDO CLARAMENTE...

Quer ter sua visão restaurada? Veeeeeeeeenha!!! 

"Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. (Salmos 121:1)
"Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus". (Hebreus12:2)
















sexta-feira, 30 de outubro de 2015

"FÉLOSOFIA": Porque tenho que acreditar que a Bíblia é digna de...

"FÉLOSOFIA": Porque tenho que acreditar que a Bíblia é digna de...: Por que a teologia denominada de "protestante" é tão rejeitada por outras que se dizem "cristãs", mas que apesar de assi...

Porque tenho que acreditar que a Bíblia é digna de aceitação e que só Jesus Cristo é o Caminho?

Por que a teologia denominada de "protestante" é tão rejeitada por outras que se dizem "cristãs", mas que apesar de assim se autodenominarem, não abrigam a teologia evangélica?

Muita discussão há a respeito das teologias diversificadas que, em muitos casos, se contrapõe. E por que as visões são tão variegadas, se a Bíblia é uma só, possuindo um único texto?

Tais indagações - como as acima referidas - se dão por um único e decisivo motivo: porque para estes outros religiosos, a Bíblia, que para os protestantes se constitui na autêntica e única Palavra de Deus, não é assim por eles abrigada. Para eles, seus dogmas e doutrinas, cujos ensinamentos são humanos, e que ganham força devido à Tradição, é que perduram em suas decisões e conclusões. Lamentavelmente a "lâmpada para os nossos pés, e a luz para o nosso caminhar", conforme Salmos 119: 105, é considerada por eles, mais um livro, mais um relato, mais uma literatura: rechaçam, negam e chegam a desdenhar da Palavra.
Carregam consigo, mais que uma descrença nas palavras bíblicas, carregam verdadeiro ódio, porque elas denunciam o pecado da incredulidade (que é o pecado contra o Espírito Santo, sobre o qual não haverá perdão, nem neste século e nem no vindouro). além da idolatria (adoração de qualquer outro "santo" imagens e ídolos de pedra ou pau) e não a adoração ao Único que pode salvar, Jesus Cristo.
Por esta razão - por possuírem seus profetas, mediadores e medianeiras preferidos, e deles não querem abrir mão, mesmo porquê não são deuses -, atacam, são extremistas que em nome de sua causa, explodem, se explodem, queimam e degolam, pensando que assim pela força conseguirão impor suas abominações.
 Deus avisou seus filhos, das perseguições que viriam, porque estes que não têm o Espírito de Deus, julgam que quando matam um cristão, que estarão fazendo um serviço para Deus; suas mentes estão completamente cauterizadas e, por isso mesmo, completamente cegos.
Por não aceitarem que Jesus Cristo é o Único nome que deva ser colocado sobre todo o nome, por não aceitarem que Ele deva ser o único caminho, verdade e vida; por não aceitarem que Ele deva ser colocado como o Único mediador entre Deus e os homens, atacam, e se indignam. Citam a história de forma distorcida, para defenderem suas impontualidades teológicas (isso para não ser tão rigoroso) e acomodam essas distorções às suas malícias e rebeldia contra Deus.
Esta é a conclusão à que se chega: que não querendo que Cristo seja Seu Único Senhor e Deus, não se abrem, por isso mesmo, ao convencimento do Espírito Santo, "E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. (João 16:8-11)

Assim dito, a advertência que fica é que "dura coisa é para ti recalcitrar contra os aguilhões" (Atos 26: 14-b) ou seja: duro para ti é ficar dando murro em ponta de faca, só vai se ferir, só vai se machucar, só vai se frustrar... Desista, não pense que tens forças para lutar contra Aquele que venceu pelo amor, e que por este mesmo amor "Não fará justiça o juiz de toda  a terra? "Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de ti. Não faria justiça o Juiz de toda a terra? (Gênesis 18:25). Está também escrito: "O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder, e ao culpado não tem por inocente; o Senhor tem o seu caminho na tormenta e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés". (Naum 1:3). Para que ficar na expectativa terrível de juízo? Não é melhor se entregar agora aos cuidados Daquele que por mim e por ti se deixou matar naquela cruz? Agora, ressuscitado, vivo, e estando com braços abertos, aguarda que você, voluntariamente, se dobre e reconheça quão grande foi e é, o Seu sacrifício por nós. Reconheça agora, de coração, enquanto é tempo, porque depois de baixar numa sepultura, só o juízo lhe restará, juízo que o condenará. Tô fora, quero Jesus já, e você?


terça-feira, 27 de outubro de 2015

"Para a árvore pelo menos há esperança: se é cortada, torna a brotar, e os seus renovos vingam. Suas raízes poderão envelhecer no solo e seu tronco morrer no chão; ainda assim, com o cheiro de água ela brotará e dará ramos como se fosse muda plantada". (Jó 14:7-9)

Muitos estão fora da Igreja de Jesus porque não têm mais forças para retornarem, porque à exemplo do filho pródigo e Elimeleque (com Noemi e seus dois filhos), preferiram se aventurar em terras distantes (distantes do Senhor), e foram frustrados em suas aventuras. Outros, por estarem revoltados com as igrejas comerciais e manipuladoras (que só têm o nome de igreja) mas que são, na verdade verdadeiras casas de câmbio religiosas, nem querem mais ouvir falar de Igreja de Jesus, simplesmente porque sempre olharam para os homens, placas e denominações, e se decepcionaram redondamente; resolveram abandonar tudo e serem igreja em si mesmos, constituindo assim a igreja dos desigrejados (desculpe o neologismo). Todos estes estão sofrendo e esquecidos em si mesmos; estão como uma brasa que se apagou (fora da "fogueira do Espírito"), contudo, o que Deus nos deixa como certeza é que há esperança para todos estes, pois o filho pródigo voltou; Noemi (com Rute) voltou, e creio que todo aquele que decidir e, per si, voltar, voltará e será pelo Pai, de braços abertos recebido, inclusive com direito a banho, vestes limpas e anel de autoridade no dedo, e o corolário, com festa com o Cordeiro que foi morto... Voltará e o resgatador (Boaz) vai resgatar a terra perdida, e com Rute, sua nova esperança, lhe restituirá tudo (terra, esperança, alegria e descendência). Porque Deus assim deseja, como está escrito:

 "Para a árvore pelo menos há esperança: se é cortada, torna a brotar, e os seus renovos vingam. Suas raízes poderão envelhecer no solo e seu tronco morrer no chão;
ainda assim, com o cheiro de água ela brotará e dará ramos como se fosse muda plantada". (Jó 14:7-9)

Quero, no entanto, afirmar àquele que está "decidido" a não querer mais nada com a Igreja (Corpo de Cristo), que este afastamento só redundará em uma situação: falência espiritual, seguida de frieza e muito sofrimento e tristeza.

 Está na Palavra: "Ora para aqueles que uma vez foram iluminados, provaram o dom celestial, tornaram-se participantes do Espírito Santo, experimentaram a bondade da  palavra de Deus e os poderes da era que há de vir,e caíram, é impossível que sejam reconduzidos ao arrependimento; pois para si mesmos estão crucificando de novo o Filho de Deus, sujeitando-o à desonra pública. Pois a terra que absorve a chuva, que cai freqüentemente e dá colheita proveitosa àqueles que a cultivam, recebe a bênção de Deus. Mas a terra que produz espinhos e ervas daninhas, é inútil e logo será amaldiçoada. Seu fim é ser queimada. (Hebreus 6:4-8)

E por que este castigo, alguém poderá dizer. Não é castigo, é a consequência de uma escolha que vai na contra mão daquilo que Deus deseja pra nós, "Porque o Reino de Deus não é comida e nem bebida, mas paz, justiça e ALEGRIA, no ESPÍRITO SANTO" (Rom 14: 17), portanto, aquele se afasta do Reino, não poderá encontrar a tão almejada paz de espírito, porque esta, só Cristo dá: Porque a minha paz vos dou, não a dou como o mundo vô-la dá, e a paz que Eu dou, ninguém pode tirar. Ou seja, a paz de Jesus, só e concedida se nós estamos no Reino de Deus, mas se estivermos fora dele, no mundo, então não temos paz de Jesus. Por isso mesmo, se optarmos por nos distanciarmos de Deus (da Sua Igreja), o que nos aguardará, será muita dor e sofrimento: NÃO COMPENSA. 

Amado ou amada, tá passando lutas e dificuldades (sejam elas por quais motivos forem), não se alongue de Deus. Viver como morto, tendo já provado da benevolência de Jesus, por quê? Não escolha tal caminho de sofrimento pra você. Deus não vai impedir de você ir embora, como não impediu o filho pródigo e nem Elimeleque, mas a experiência foi traumática. Glórias a Deus que eles ainda voltaram, mas marcados por um sofrimento que poderiam ter evitado, se tivessem permanecido nos caminhos de Jesus. Deus respeita sua decisão, mas reflita, porque ninguém, mais do que Jesus, ficará tão triste por você querer se distanciar Dele. Ele pagou um alto preço por nós, preço de sangue; sofreu mais que tudo e ninguém, a ponto de morrer morte de cruz, e agora, por estarmos passando alguns percalços, vamos abandoná-lo? Ele merece isso?  "12 Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo.
13 Ao contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama “hoje”, de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado,
14 pois passamos a ser participantes de Cristo, desde que, de fato, nos apeguemos até o fim à confiança que tivemos no princípio". (Hebreus 3; 12 -14)

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas

Quantas vezes não estamos tristes, sentindo-nos desanimados e a ponto de querer chutar o balde? Mas a questão é: Chutar o balde vai mudar alguma coisa? Então, PROSSIGAMOS...

Prossigamos em conhecer ao Senhor; prossigamos em direção ao alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus que está em Cristo Jesus; prossigamos, mesmo que Jericó esteja à frente: vamos rodeá-la 7 vezes durante seis dias e no sétimo dia, mais 7 vezes, e depois gritemos e toquemos as trombetas (da vitória), e as muralhas ruirão. Prossigamos em meio aos "mares vermelhos" que diante de nós se apresentam: marchemos porque ele vai se abrir, em nome de Jesus. Levantemos e andemos porque não será aqui o nosso lugar de descanso. Vejamos onde caímos e quando foi que deixamos de ir a Casa de Oração, e voltemos ao Senhor. Descansemos em Deus, mas não do "bom combate", porque o diabo está em nosso derredor, bramando como leão e buscando a quem possa tragar. Prossigamos a fim de concluir a carreira que nos está proposta, que surge à nossa frente de forma desafiadora como surgiu para Daniel a cova dos leões, como surgiu para Sedraque, Mesaque e Abdnego a fornalha ardente sete vezes mais aquecida; como surge a cada dia as arenas de gladiadores dispostos a triturar-nos, etc. Só que o anjo tapa a boca dos leões, o fogo perde seu poder de destruição, os gladiadores se matam por ordem de Deus, e com um jarro de barro, contendo apenas uma vela acesa, alá Gideão, só com trezentos e tocando a trombeta da Verdade, a gente, "pelo Senhor e por Gideão", põe o inferno em retirada... ALELUIAS!!! É isso aí, chutar o balde e desistir será o mesmo que assumir para si uma vida sem "adrenalina" espiritual; será o mesmo que cair numa mesmice maçante, rotineira, sem que curtamos o sobrenatural... Entrar no quarto, orar, meditar na Palavra de Deus e ser arrebatado até o terceiro céu é dádiva que está reservada aos que prosseguem e assim vermos as coisas inefáveis que homem nenhum pode ver ou "viajar", porque estas fortes emoções e revelações das profundezas de Deus são para os seus santos, os profetas. Ele as concede a quem tá afim de PROSSEGUIR. Que dó daqueles que ainda não perceberam que o Senhor nos tem chamado para sermos participantes de um Reino que não é deste mundo, e por isso, efemérides e coisas terrenas (tanto a falta como a abundância delas) tornam suas vidas tão tristes e vazias, porque os prendem ao mundo das dimensões que determinam sua substantivação. Mas Deus nos quer no subjetivismo de Suas propostas, nos quer em Seu mundo metafísico tão procurado pelos Pensadores... Coitados, não descobriram ainda que para que o encontrem tem que deixar exatamente isso, de serem os Pensadores, para serem os homens de fé que lhes conduzirá ao inacessível. E, por assim desejarem acessar o inacessível, isto é, racionalizando, é que não conseguem sair vivos das fornalhas, ainda não conseguem andar por cima das águas (como Jesus nos chama para andar) e ainda não são arrebatados ao terceiro céus, como o Senhor quer que sejamos. E precisa tão pouco (espiritualmente falando) para empreender vôos nas asas do Espírito: basta PROSSEGUIR. É claro que no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo: Eu venci o mundo. Portanto, conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor. Ficar triste e depressivo na prisão deste invólucro Mundo de Trumam? Desta Matrix? Tô fora, vou voar nas asas do Espírito... Me segura aí Mestre amado!!!

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Programação gospel no rádio e TV: dá licença viu meu!!!

Sempre foi um sonho de muitos ter um espaço no rádio e na TV para que fosse levada a mensagem da cruz, porém, o que estamos vendo hoje é algo totalmente desnecessário e o desperdício come solto com o que se gasta com uns "programinhas" que só a misericórdia de Deus.

É claro que vale a pena investir em espaço pra anunciar a Palavra de Deus, tanto no rádio como na TV e até em outros meios, mas o que realmente me espanta é ver o mesmo líder, da mesma denominação aparecendo ao mesmo tempo em três ou mais canais de televisão (que não é nada barato) monopolizando horário e programação, ao invés de investirem esses vastos recursos em outras prioridades da causa do Evangelho. Fica clara a intenção de se autopromoverem e utilizarem seus microfones e câmeras somente por vaidade pessoal mesmo. Não sou contra, aliás, muito pelo contrário, sou a favor da divulgação da Palavra de Deus por todos os meios, mas o que temos visto e ouvido, é o uso desses meios apenas para a divulgação não do Evangelho, mas da sua igreja e denominação, quando não, de seu próprio nome. Faz-se uso indevido ainda, destes canais, para a venda de seus livros, dvds e materiais promocionais... Para se autoconvidarem para estarem aqui e ali, fazendo seus shows que só não são da fé, mas das intenções escusas e mal intencionadas. Dá realmente enjoo e vontade de vomitar ver certos pastores falarem em suas rádios e canais de tv, passando mensagens impontuais do Evangelho de Jesus, e vendo, nas suas apelações financeiras o "coitadinho" do povo, ser explorado para manter as vaidades. Que coisa, mas o meu povo assim o deseja, diz a Bíblia; quer ser enganado, quer ver seus ídolos na telinha, então, paguem por isso. Gente, não é proibido ter um canal para divulgar a Palavra, mas que seja de coração limpo (bem intencionado) e desejo ardente de levar o nome do Senhor ao conhecimento dos desesperados e não o seu próprio e à sua igreja. Vamos aproveitar melhor os recursos que entram na casa do Senhor para dar suporte para MISSIONÁRIOS, que largaram tudo e foram para a causa anônima do Evangelho, mas que estão passando até fome, morando mal, esquecidos e marginalizados até, pelas próprias igrejas que os enviaram. Não se pensa duas vezes em gastar milhares de reais com o som da igreja (e é claro que se pode gastar) mas reuniões e mais reuniões são marcadas para discutir uma ajuda de dois salários mínimos pra uma família de missionários que não podem viver aquilo que pregam porque de onde deveria vir os recursos, não vem, porque, Deus proverá!!! Se liga gente!!!

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

O maior pecado do Rei Davi: achar que Deus não estava vendo...

Tem muita gente que insiste em pensar que Deus é idiota, que pode ser enganado e que não está vendo as falcatruas que estão sendo cometidas pelos impostores...

Davi - você lembra da história - mandou matar Urias (colocando-o à frente da batalha) para dar uma de "bom samaritano" e ficar com a mulher deste; a formosíssima Bate Seba. Com a morte de Urias, recolheu-a em seu palácio, julgando que o caminho para se relacionar com ela estava agora desimpedido. Tem muita gente assim, que acha que pode derrubar os outros, para assumirem seus postos, seus bens, etc., achando que Deus não tá vendo nada, que tudo vai passar batido. Gente, como achamos que podemos enganar, defraudar, extorquir, mentir, e que vamos sair ilesos, inculpáveis, inocentados dessas situações? Pensamos que podemos brincar com Deus? A Bíblia diz que nada passa desapercebido aos olhos do Senhor e que tudo aquilo que fazemos em oculto, será proclamado pelos telhados: "Portanto, não tenham medo deles. Não há nada escondido que não venha a ser revelado, nem oculto que não venha a se tornar conhecido". (Mateus 10:26). Tem tanta gente fazendo o mal de forma tão corriqueira, tão rotineiramente, que pensa mesmo que o Senhor está desapercebido e indiferente às suas malícias e maus procedimentos... Abramos os nossos olhos, porque está escrito: De Deus ninguém zomba, e Ele não deixará que culpado passe por inocente... ACORDEMOS!!!

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O diabo é culpado sim!!!

Tem muita gente querendo tirar o diabo fora da jogada; querendo amenizar sua culpa, e querendo acreditar que ele tá lá, mortinho, alheio aos acontecimentos...

É claro que não vamos atribuir a satanás, principalmente aqueles que são de Jesus, a culpa por todas as "desgraças" pelas quais passamos, no entanto, não podemos também fingir que ele está morto ou desapercebido em relação à nossa vida ou à de nossa família. A Bíblia ensina de forma categórica, desde que o mundo é mundo, que ele foi o responsável pela queda do homem e sua expulsão do Paraíso. Ele veio para matar, roubar e destruir... Está ao nosso derredor, bramando como um leão, buscando a quem possa tragar. Ou seja, o bicho não faz outra coisa a não ser planejar em como há de entrar - através das brechas que damos, muitas vezes - para nos detonar. Mas alguém dirá: Nosso maior inimigo somos nós mesmos (a nossa carne)... É claro que em nossa carne não habita bem algum, e que sempre está propensa a se apartar do Deus vivo, etc., e temos sim, que nos esforçar para vencermos a nós mesmos, mas, não ignoramos os ardis, as sutilezas do inferno: "...a fim de que Satanás não tivesse vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas intenções".
(2 Coríntios 2:11). Se o diabo não fosse algo pra se preocupar, o Senhor Jesus não diria para que vigiássemos e orássemos para que não entrássemos em tentação... E se a Bíblia diz que Deus a ninguém tenta, e que somos tentados por nossas próprias fraquezas, carnalidade e concupiscência, então, é claro que o diabo vai procurar sempre jogar o laço; armar sua armadilha, etc... Portanto, não ignoremos o seu poder de destruição, mas em Cristo somos mais que vencedores.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Remando contra a maré....

Esta chamada poderia também ser: "Duro é para ti recalcitrar contra os agulhões"

Atos 9; 5 E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.
Quando Paulo foi encontrado por Jesus Cristo - como uma luz mais forte do que a luz do meio dia, no caminho para Damasco, quando estava em busca dos seguidores do Mestre -, caiu por terra impactado pela voz que o fez estremecer... Sua reação, mediante tamanha experiência, foi apenas a de reconhecer que estava ali, sobrenaturalmente, uma força sob todos os aspectos, irresistível, que sobrepujava as religiosidades pelas quais havia passado, tanto é que sua única reação foi a pergunta que fez, como no verso do título desta mensagem: Quem és, Senhor?
Paulo conhecia a seita dos fariseus, conhecia a intelectualidade - que adquirira pelo sábio Gamaliel -, a filosofia greco-romana, as incursões do helenismo, e a história do povo que seguia o Messias, que há poucos dias tinha andado pelas ruas de Jerusalém, mas o que ele não esperava, é que aquele homem, que havia deixado um rastro de bondade por onde havia passado, e que havia morrido, voltaria, como um ressuscitado, abortivo, para um  incumbi-lo de gloriosa missão: anunciar a fé que até então combatia: "E não era conhecido de vista das igrejas da Judéia, que estavam em Cristo; Mas somente tinham ouvido dizer: Aquele que já nos perseguiu anuncia agora a fé que antes destruía". (Gálatas 1:22,23).

Este Saulo, que depois viria a ser chamado de Paulo, resolveu considerar todo o seu cabedal em todas as áreas, mormente religiosa e intelectual, com o esterco, diante da nova visão que agora adquirira, quando seus olhos físicos foram cegados pela luz do Evangelho, mas que de forma paradoxal, os abriram para o mundo espiritual para o qual antes estava totalmente cego. As escamas de seus olhos caíram quando o profeta Ananias foi enviado pelo Espírito do Senhor, com a comissão de lhe anunciar a fé, porque é assim que as escamas da cegueira espiritual caem: mediante a pregação do Evangelho. E quantos assim não estão, em seus ateísmos, ou alicerçados em sua racionalidade arrogante de uma pseudo convicção que fecha as portas para a manifestação do Espírito de Jesus Cristo que está pedindo para entrar?  "Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo". (Ap 3: 20). 
Quando a gente medita nestas coisas, fica assim, meio que sem saber se realmente depende do homem, essa entrada do Espírito em seu coração para passar a ser um discernidor das coisas de Deus, ou se depende somente do Espírito de Jesus, por Sua infinita misericórdia, ir ao encontro do prepotente, derrubá-lo por terra, e entrar em sua vida. Não sei deduzir sobre isso, mas é o de menos; o que importa mesmo, e isso sei, é que esta graça de conhecer ao Senhor, ou antes, de ser conhecido Dele, é privilégio de poucos, muito poucos, e por uma mensagem como esta, Ele quer dar este privilégio a você, agora mesmo... Paz.

Estudei filosofia e na minha concepção Jesus não é Deus! Claro que o Pastor só pode estar falando pelo Espírito Santo o que fala ao filósofo em questão, mas é claro que "tais filósofos em questão", ou seja qualquer um que esteja ouvindo esta mensagem do Pr Caio, só a conceberá, se deixar que o Espírito Santo o esclareça resolvendo, como sugere o vídeo do Indiana Jones, a dar o próximo passo "no escuro"; e esta atitude, este romper o círculo, e o cíclico, é o que o racionalista não quer fazer; quer dar passos "pensantes" "literais" "mensuráveis" "calculistas", e por isso mesmo, não vai entender o que o pr. quis passar. Resumindo, pra conceber tal ensinamento é necessário nascer de novo, da água e do Espírito.

Meditando sobre o pecado contra o Espírito Santo

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Quem é o verdadeiro cristão?

Ninguém é cristão, a menos que ame a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo...

Como a gente, nem se acha mais; já se tem certeza!

Pensamos que somos o que somos e que possuímos (os dons) que possuímos porque os alcançamos por nossos próprios esforços e aplicação. Nos gloriamos como se não o houvéssemos recebido: "Pois, quem torna você diferente de qualquer outra pessoa? O que você tem que não tenha recebido? E se o recebeu, por que se orgulha, como se assim não fosse?" (1 Coríntios 4:7).  A advertência de Paulo é contra os arrogantes e orgulhosos que acham que por terem feito alguma faculdade de Teologia ou qualquer outra, que podem sair por aí dando suas fórmulas e receitas prontas, para que a igreja ou ministério deste ou daquele venham a prosperar porque o "thiólogo"  falou. Se liga meu filho. Sabe quando a gente percebe que o máximo que temos é informação e conhecimento teológico, mas que ainda somos meninos na fé, carentes de alimento mais sólido e experiências reais com o Senhor? Quando em nossa prepotência a gente vai ter um encontro com Jesus lá no caminho de Damasco. Este "caminho para Damasco" pode ser uma desilusão amorosa, a perda de um ente querido, o preterimento de um líder, uma falência econômica, enfim, podem ser tantas coisas, o fato é que, apontando seja lá o que for como válvula de escape, entram em 'deprê', se atiram a si (se desviam, se revoltam contra Deus) e vomitam no prato espiritual de que tanto dele se alimentaram quando o Espírito lhes falava, mas eles não recebiam de bom grado a Palavra de Deus. Muitos querem ouvir o que lhes agrada aos ouvidos, mas Deus, para o nosso bem fala o que precisamos ouvir, e permite experiências de desilusões e falências injustas porque nos quer tratar: "Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão,
pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho".
Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Pois, qual o filho que não é disciplinado por seu pai?
Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos.
Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam, e nós os respeitávamos. Quanto mais devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para assim vivermos!
(Hebreus 12:5-9). E vou dizer mais - em nome de Jesus -, não morra e nem se desvie dos caminhos do Senhor, só porque você se sentiu enganado, traído (pelo amor não correspondido) e agora ta aí jurando de pé junto que nunca mais quer saber de igreja, pastores, etc... Meu jovem e minha jovem, meu senhor e minha senhora; Deus não tem culpa de suas más escolhas ou falta de crença Nele. Infelizmente muitos estão se deixando manipular pelos comerciantes da fé, de plantão, e pelos profetas que só "siria anda la na praia", mas que são lobos devoradores e que não possuem o menor temor de Deus. É o seguinte: veja onde você caiu. Faça uma análise de como estava se comportando (espiritualmente) quando sofreu o dano e não consegue nem levantar a cabeça para o alto mais; saiba que o Senhor quer te levantar e te dar um novo rumo na vida. Assim como deu a Paulo, depois do tombo lá no caminho para Damasco, quer dar a você também, uma nova visão, para que tenha uma nova atitude, e completa compreensão de seus caminhos em sua vida. Aprenderá, como Paulo aprendeu, que importa mais, e é especialmente glorioso, sofrer pela causa do Evangelho, e não por causa de alguma decepção, seja ela qual tenha sido. SE LIGA MANO! FOCO EM CRISTO E BOLA PRA FRENTE!!!

quarta-feira, 29 de julho de 2015

sábado, 25 de julho de 2015

ALGUNS TÊM MEDO DE PULAR A CERCA...

Falta coragem, mas às vezes temos que infringir as regras e passar por cima de tudo e de todos para que consigamos ser realmente felizes!!!

Mas passar por cima de quais regras? Das regras sociais humanas, arcaicas, formais, moralistas, tradicionalistas, por mais que possam parecer estas, grilhões e ferrolhos impossíveis de serem quebrados. Jesus Cristo veio para quebrar esses grilhões que prendem os frágeis cegos e ignorantes do poder do Salvador: "A voz do Senhor ressoa sobre as águas; o Deus da glória troveja, o Senhor troveja sobre as muitas águas. A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. A voz do Senhor quebra os cedros; o Senhor despedaça os cedros do Líbano.
(Salmos 29:3-5). "Eu irei adiante de você e aplainarei montes; derrubarei portas de bronze e romperei trancas de ferro. (Isaías 45:2).

Numa outra postagem havia dito que é melhor um fim horroroso, muitas vezes, do que um horror sem fim. Até quando julgo desigual? Até quando sociedade entre luz e trevas? Até quando apanhar calada, ser marginalizado, injustiçado, judiado; até quando? Chega de uma vida horrível, porque Deus não deseja o sofrimento do homem, Ele deseja que façamos parte de Seu Reino e este reino não vem com aparência exterior, não é comida e nem bebida, mas justiça, paz e ALEGRIA no Espírito Santo. Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, enfatiza a busca pela alegria, não em realizações humanas ou qualquer efeméride, mas no Senhor Deus: "Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!" (Filipenses 4:4). Não é pecado ser um "sonhador" e buscar, como homens que somos, nossas realizações terrenas, mas o mesmo Paulo diz: "  Se é somente para esta vida que temos esperança em Cristo, dentre todos os homens somos os mais dignos de compaixão. (1 Coríntios 15:19). Diz ainda que se anunciasse a Jesus somente para resolver as coisas terrenas, que era o mais miserável de todos os homens. Mas alguém dirá, como posso alcançar esta alegria, essa satisfação de vida, esse preenchimento de espaço dentro de mim? "Pulando a cerca". Pulando a cerca do conformismo, da frustração, das tradições, dos 'achismos' que lhe confinam num "curral" à sustento de "ração". Ração da religiosidade mórbida, ração da visão limitada ditada por um líder religioso... Pula esta cerca para alcançar verdes pastos, água limpa em campo aberto. O Bom Pastor, Jesus Cristo, quer levar-te por pastos de relva verde e fresca, basta que rompas com o sistema que não passa de religião, mas venha para a Igreja de Jesus Cristo, esta que pode estar se reunindo embaixo de uma "Figueira" num banco de madeira ou sentados no chão; que pode estar se reunindo numa casa, num monte em Samaria ou em Jerusalém, numa garagem ou num salão onde, por força da legislação, tenha uma placa com um nome, com os horários para adoração e um pastor que anuncia as boas novas de salvação, enfim, venha para a Reunião Solene, onde aqueles que se ajuntam, se ajuntam para ADORAR A DEUS.  Rompa com o preconceito, rompa com o orgulho, a arrogância e à exemplo de Zaqueu, suba na Figueira Brava, passe por cima das "multidões" que querem lhe atrapalhar para que não vejas o Mestre, enfim, Pule a Cerca e liberte-se. Paz.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

ÀS VEZES EU FICO COM PENA DE DEUS!!!

Aonde o Senhor estava com a cabeça quando resolveu criar o homem? Misericórdia!
Gente, sinceramente, (obviamente que falando como alguém que não tem a menor condição de alcançar os desígnios de Deus) eu só queria saber onde o Senhor Deus estava com a "cabeça" quando resolveu criar o Homem; mesmo porquê, já havia encontrado insensatez nos próprios anjos - como encontrou mesmo em satanás e naquele um terço que foi levado pela sua "calda" -:  "Eis que ele não confia nos seus servos e aos seus anjos atribui loucura" ( 4:18). Sendo onisciente, (que sabe tudo) e, portanto, sabendo no que ia dar essa nova criação (desobediência, loucura e rebelião por parte dos homens), e ainda, por ter poder para fazer 'direto' um povo bom, inteiramente submisso, etc., , por que fazer o Homem com este tal livre arbítrio, se sabia que Ele iria "pisar na bola?" Estas questões têm intrigado a muitos...

Apesar Dele ser Deus, e não ser obrigado a revelar ao homem os seus motivos, (porque Ele [ao incrédulo] não dá conta de nenhum de Seus feitos "Por que razão contendes com Ele, sendo que não responde acerca de todos os seus feitos?" ( 33:13) mesmo assim, revela-nos, por Sua Palavra, o Seu plano para este que ele deseja que seja Seu "particular tesouro, povo adquirido, especial, zeloso e de boas obras". Mas, como fazer um povo que lhe seja assim tão especial, com esses atributos? Realmente Ele não explica nada aos curiosos e incrédulos, em contra-partida se alegra em revelar seus objetivos àqueles que O buscam, que O buscam em espírito e em verdade. Sobre esta alegria de Deus em compartilhar, afirma Amós: "Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. (Amós 3:7). Então, se podemos ter do Senhor algum esclarecimento, quanto a estas questões, quais seriam elas? Jesus afirmou que tudo está esclarecido na Sua Palavra. 

Por que Deus deu livre arbítrio ao homem? Por que não o fez para ser obediente e fiel e, ponto final?
Porque Deus para ter este povo que lhe fosse particular tesouro, povo adquirido, especial, zeloso e de boas obras, tinha este povo que ESCOLHER A QUEM SEGUIR. Escolher seguir pelo caminho da vida ou o caminho da morte; seguir o bem ou o mal; à luz ou às trevas; ao materialismo e coisas terrenas, ou às coisas do alto e o Reino de Deus, enfim, Deus quer seguidores voluntários, que O busquem e O amem por aquilo que é, e não por aquilo que pode conceder. Deus quer voluntariedade de coração e não que seja adorado e obedecido de forma constrangedora, por regras sobre regras e nem mandamentos sobre mandamentos, mas sim, por uma consciência pura, por um espírito reto: de coração. Por isso permitiu o mal, permitiu que satanás, a antiga serpente, o dragão, o diabo, etc., destilasse o seu veneno para que o homem, que deseja Deus, fosse em busca do antídoto que pudesse curá-lo das terríveis consequências do veneno maligno, e este antídoto, único eficaz e poderoso para assim neutralizar este veneno, é o sangue de Jesus; sangue que se tornaria eficaz mediante o sacrifício de Jesus na cruz, ou seja, Deus teria de morrer, em forma humana e derramar o sangue do último (definitivo) e eficaz sacrifício. Morrendo Jesus (Deus morrendo em corpo humano sem pecado), trás agora com Sua ressurreição o sangue da Nova e Eterna Aliança (não haverá outra), para que todo aquele que tiver os seus olhos abertos em relação a esta dádiva de Deus, possa ESCOLHER (após então ter sido esclarecido pelo Espírito mediante a pregação da Palavra de Deus); possa livremente, voluntariamente, poder decidir-se com conhecimento de causa. Por isso é que a Palavra de Deus deve ser anunciada, porque será ela, pela força e obra do Espírito Santo, que convencerá o homem do pecado, da justiça e do juízo, ou seja, da realidade que é o destino de benção eterna com Deus, o Céu, e o destino terrível na eternidade no Inferno. Sendo assim apresentado o Evangelho de Cristo, e sendo assim assimilado e conhecido pelo espírito humano, só lhe cabe agora fazer a mais importante (e pra ser mais pontual) para fazer a agora a ÚNICA ESCOLHA que realmente importa: Jesus. Ele é o Caminho a Verdade e a Vida e ninguém virá ao Pai, a não ser que Nele creia, e lhe entregue, de coração, voluntariamente, todo o controle de Sua vida. 

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Vamos nos reunir onde, como Igreja, nas nuvens?

Tem gente que ainda não entendeu o que é, espiritualmente, a Igreja.

Deus escolheu para Si, em Cristo Jesus, um povo particular, especial, zeloso e de boas obras. Chamou de todas as línguas, tribos e nações, e derrubando a barreira que os separava, fez deles um único povo a quem chamou de "Igreja de Jesus". Da Sua Igreja, Jesus espera reunião e adoração Àquele que vive para todo o sempre. Essas reuniões podem ser em um banco embaixo de uma árvore, em uma garagem, em um salão do condomínio, num lar, e, como fazem as maiorias, em salões alugados que chamamos de igreja ou templos, mas não com a conotação de Igreja (Noiva de Cristo) ou templo como (templo do Espírito que somos nós os que recebemos a Jesus como nosso Salvador pessoal), mas como lugares que tem um endereço e uma placa com horários dos trabalhos como a legislação vigente assim o exige. Se não nos ajuntamos para assim adorar a Deus, para cultuar a Jesus, vamos cultuar aonde, nas nuvens? É óbvio que tem de haver um lugar comum para a adoração, portanto, não podemos combater a Igreja de Cristo como fazem alguns, porque se encontrarão combatendo contra o Espírito Santo, e esta guerra, o inferno já perdeu. Disse Jesus: "E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la.
Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus; o que você ligar na terra terá sido ligado nos céus, e o que você desligar na terra terá sido desligado nos céus". (Mateus 16:18,19)

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Igrejas de Picaretas e Igrejas que levam o Evangelho à sério...

Muitos revoltados e "desigrejados" combatem a instituição denominacional porque foram enganados em suas respectivas igrejas e agora alegam que todos os que estão "congregando" estão sendo enganados pelo "sistema" religioso. É claro que muitas e muitas mesmo, "igrejas" (denominações, etc.) estão aí para manipular, extorquir e fazer negócio de seus rebanhos; talvez tenham começado até bem, sua caminhada, mas a vaidade, o poder e o dinheiro acabaram seduzindo-os fazendo deles cegos de propósito e agora estão no mundo do engano, e o pior, achando ainda que Deus está no meio deles. Não tiveram forças para resistir aos assédios do diabo, estratégia que satanás utiliza desde o Édem (e com Adão e Eva obteve êxito) e que até mesmo Jesus teve que passar por isso lá no deserto (foi tentado). Veja o que diz a passagem a seguir, aos líderes desviados: "Corríeis bem; quem vos impediu, para que não obedeçais à verdade? (Gálatas 5:7) Ou seja, estas igrejas de comércio,
(que eles estão atacando com toda razão, bem como a manipulação de pessoas que são aterrorizadas pelas ameaças com a utilização de textos que eles torcem a seu bel prazer extraídos da própria bíblia) é denunciado pela Palavra de Deus, como vemos no texto a seguir: "E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita (2 Pedro  2:1-3 ). Ao se decepcionarem com suas "igrejas" que na realidade são verdadeiras fábricas de heresias e que não apresentam pontualmente a Palavra de Deus, se vêem agora, como os "descobridores" do verdadeiro Evangelho... Meu Deus, descobriram as suas verdades e citam essas "verdades" contra os textos bíblicos que por si mesmos já desmontam seus argumentos fraudulentos... Querido e querida; como em todo segmento, seja ele qual for (político, social, econômico, etc.,) há sim o verdadeiro e o falso, imagine só se não ocorrerá tal picaretagem no seguimento religioso. Mas não se pode generalizar... Pergunte para quem estava nas ruas, abandonados pela sua família e pela sociedade porque era um caso perdido, e alguém resolveu acolher e levar para a igreja (denominação mesmo) e tendo sido acolhido ouviu de Jesus e a Ele entregou seu coração. Pergunte a quem estava com seu lar em dissolução e buscou socorro na igreja e os irmãos oraram e através de visitas e aconselhamento, "salvou" aquele lar em nome de Jesus. Pergunte a quem estava prestes a dar cabo de sua própria vida, mas acolhido pela igreja voltou atrás e encontrado por Jesus Cristo, encontrou real motivo pra se viver... Tantos testemunhos de pessoas que foram encontrados pela misericórdia de Deus, por pessoas que se reúnem em denominações, como Igreja, com disposição de servir a Deus. Recuperado pelo Senhor, hoje são verdadeiros adoradores... E os revoltados de plantão atacando a Igreja de Jesus... Misericórdia: "Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem.
Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.
Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas".
(Judas 1:10-13). Procure sim, uma igreja perto de sua casa, e qualquer dúvida nos contate, pois estamos aqui para orientá-lo (a) para que nunca tropeces com teu pé em pedra. Abçs. Seja um seguidor e divulgador deste blogger. Paz do Senhor Jesus.

domingo, 19 de julho de 2015

Aprendendo a como se diz os livros da Bíblia

Enéas Tognini, Spurgeon, entre outros disseram que a primeira coisa que um pregador deve saber é como se falar corretamente os livros da Bíblia. Pr Enéas dizia que o sermão (pregação) já perdia em muito o seu valor, se o nome do "Livro" da Bíblia no qual ele (a) iria se basear, já estava sendo erroneamente apresentado... Portanto, apenas para querer ajudar aos "pregadores de plantão" a não começarem equivocadamente seus sermões, segue os nomes dos "livros" e "cartas"  que 90% dos leigos tropeçam; mas, basta estudar...

Vamos lá, são eles: